O festival é para

  • gestores públicos
  • empreendedores sociais
  • profissionais em transição
  • empreendedores criativos
  • grandes empresas
  • organizações sociais & culturais
  • curiosos
  • ativistas

Formato

O ColaborAmerica se estrutura em cima de quatro grandes eixos:  Cultura, Tecnologia, Economia e Autoconhecimento.

Com um formato que apresenta conteúdos das Novas Economias através de palestras, workshops, mesas redondas, oficinas, instalações interativas e música, o Festival se propõe a ser um hub para o encontro de pessoas e iniciativas, a produção de conhecimento e a reflexão sobre como essas transformações se manifestam na América Latina, no mundo.

Tema

O mundo como conhecemos enfrenta diversas mudanças estruturais.

Nos especializamos no funcionamento de cada 'peça' do universo, chegando a um nível incrível de conhecimento. Porém, para responder aos desafios do nosso tempo, devemos ver o mundo como um sistema interconectado, complexo e auto-adaptativo.

Precisamos compreender a relação entre as 'coisas' em diferentes escalas e por diversas perspectivas, não apenas fazendo com que os seres humanos e nossos artefatos tenham impacto zero, mas fazendo com que tenham um impacto positivo no sistema natural em que vivemos. Precisamos #OlharParaOTodo e entender que #JuntosTransformamos.

Nossa Proposta

Queremos te convidar a dar um "zoom-out" para ampliar nossa visão sobre a terra e entender como tudo está interligado. É o momento de compreender a relação entre os sistemas, as nossas organizações e a nossa sociedade para retornar às nossas ações particulares com uma nova visão.

Se todos dependemos uns dos outros e do planeta, devemos viver em sinergia. Como a floresta e as formigas que dividem o trabalho e o tesouro, colaboramos em sintonia. Mesmo sem ver, nosso instinto é coletivo.

Eu preciso do Outro para olhar para o Todo?

time de

CURADORES
Manuela Yamada

Manuela Yamada

É empreendedora social, sócia da MateriaBrasil e co-fundadora do ColaborAmerica. Especializada em políticas ambientais, trabalha com temas de sustentabilidade e economia circular. Atualmente se dedica além de dirigir o ColaborAmerica, a expandir a MateriaBrasil no mercado europeu.
Tomás de Lara

Tomás de Lara

É colíder Cidades+B Internacional, co-fundador e co-chair do Colaboramerica, conselheiro do Sistema B Brasil e do CEBDS, co-fundador da Goma, tecelão de redes e organizações e professor em cursos de inovação econômica no Brasil e outros países. Administrador de empresas com master em comunicação digital e, especialista em economia colaborativa e sustentável, já atuou como conselheiro do Instituto Coca-Cola Brasil e da SNCI.
Téo Benjamin

Téo Benjamin

É engenheiro por formação e empreendedor por vocação. Trabalhou por três anos na Benfeitoria, onde esteve a frente de diversas iniciativas, como o Rio+, o Recorrente e a própria plataforma de financiamento coletivo, sendo também responsável pela maioria das palestras, painéis e oficinas para as quais a Benfeitoria foi convidada. Em 2016 coordenou o financiamento coletivo da campanha de Marcelo Freixo à Prefeitura do Rio. Hoje trabalha como consultor nas áreas de financiamento coletivo e economia colaborativa, além de gerir uma editora de livros, a Contraponto.
Gabriela Agustini

Gabriela Agustini

É fundadora do Olabi, uma organização focada em estimular o uso de tecnologias para transformação social. Professora de cultura e tecnologia na Universidade Candido Mendes, membro dos conselhos do Global Innovation Gathering, do ITS Rio e do ITE, é coorganizadora da coletânea De Baixo para Cima, sobre cultura digital e transformação da sociedade.
Manuela Cunha Brito

Manuela Cunha Brito

É gestora no GoodTechLab e viaja o mundo explorando as fronteiras entre tecnologia e impacto positivo. Mestre em Desenvolvimento Internacional pela SciencesPo Paris, trabalhou como conectora Ouishare em projetos de tecnologia sustentável e empreendedorismo social. Manuella tem experiências prévias nos setores público e privado, e já palestrou em eventos internacionais como WEF Latam e Republica.
Clariza Rosa

Clariza Roza

É formada em comunicação pela PUC Rio e pesquisa de tendências no IED Rio, tem como sua missão inquietar pessoas. Já passou por instituições como LAB Rio e é atual Gerente de Comunicação da Fundação Cidadania Inteligente. Integrante da rede Global Shaper e sócia da Jacaré Moda, Clariza hoje também é curadora do ColaborAmerica.
Vanessa Moutinho

Vanessa Moutinho

Vanessa Moutinho é líder fundadora da Fértil, negócio social que cria redes e comunidades de inovadores sociais para o despertar da consciência - como o projeto Hólos, focado em humanização das relações e impacto sistêmico. Desde 2010, atua na economia colaborativa conectando empreendedorismo e autoconhecimento. Facilita processos de transição e desenvolvimento humano/espiritual para indivíduos e grupos. É estudante em formação do Pathwork, pesquisadora de culturas ameríndias, artista multimídia e curadora do Festival ColaborAmerica.
Rafael Andreoni

Rafael Andreoni

É economista de formação e mestre em economia política internacional pela UFRJ. Empreendedor e co-fundador da Cadenza Filmes, aprende e vive as novas economias na prática desde 2013, integrando ecossistemas multidisciplinares colaborativos como a Somos Goma. Trabalha com filmes para ONG’s como Anistia Internacional, WWF e Nossas Cidades; marcas inovadoras como Benfeitoria, ColaborAmerica e Clube Orgânico; além de empresas tradicionais como Shell, Brookfield, L’Oréal e Cantão.
Lucimara Letelier

Lucimara Letelier

É fundadora e diretora do Museu Vivo, plataforma de inovação em museus e cultura por transformação social e novas economias! Vasta experiência na área de cultura que se une a sua missão como agente de mudança pelo Gaia Education/Unesco Global Action (Design em Sustentabilidade). Mestre em Administração Cultural (Boston University), atuou no British Council, ActionAid, Guggenheim Museum NY, Childrens Museum Boston, OSB e hoje é professora de MBA em Gestão da cultura e museus e integra conselhos.
Guilherme Lito

Guilherme Lito

Trabalha dissolvendo paradoxos, dentre eles, o do desenvolvimento econômico com desequilíbrio social e ecológico. Hoje trabalha com organizações como Escola Schumacher Brasil, Perestroika, Ciclo Orgânico, entre outras, revelando possibilidades de respostas regenerativas para suas realidades, em especial ligado a modelo de negócios e cultura organizacional.
Bernardo Ferracioli

Bernardo Ferracioli

Fundador da MateriaBrasil, Empresa B carioca, diretor executivo de Colaboramerica, especialista em novos modelos de negócios com impacto socioambiental e pai de dois. Apaixonado pela diversidade cultural, desenvolve projetos de acesso a energia renovável junto a comunidades indígenas da Amazônia.
André Zonenschein

André Zonenschein

Engenheiro de produção com certificado de management operacional pelo CNAM-Paris, cursando MBA Business Process pela FGV, desenvolveu a estruturação de processos de empresas e projetos em diversos setores, tais como Energia, Incorporação Imobiliária e Varejo. Hoje integra a curadoria do ColaborAmerica como braço operacional da equipe.

Téo Benjamin
Gabriela Agustini
Manuela Cunha Brito
Tomás de Lara
Batman Zavarese
Clariza Rosa
Manuela Yamada
Vanessa Moutinho
Rafael Andreoni
Lucimara Letelier
Guilherme Lito
No coração da Lapa, fica um dos principais palcos do cenário cultural carioca, a Fundição Progresso. Fundado no período final da Ditadura, fruto da resistência de artistas independentes, o espaço é símbolo de luta, criatividade e inovação até hoje.

Em novembro, o tradicional endereço ganha mais um marco na sua história e recebe o ColaborAmerica. Será um final de semana dedicado a construir em conjunto, subverter formatos e renovar nossos olhares.
SEM LIXO
O que é um evento lixo zero?
O ColaborAmerica assume o compromisso de ser um evento lixo zero. Tomamos todas as medidas possíveis para reduzir a produção de resíduos e evitar que sejam destinados para aterros sanitários ou incineradores.

Essa decisão implica em planejar com cuidado para limitar o uso de itens desnecessários, reutilizar e reciclar os materiais, além de conscientizar participantes e time envolvidos.
O que vamos fazer esse ano:
Guia digital
Toda a informação que você precisa estará disponível online nas redes do ColaborAmerica. Dessa forma, dispensamos a produção de programas impressos e outros materiais desnecessários.
Resíduo eletrônico
Equipamentos eletrônicos causam graves danos ambientais se não forem descartados da forma apropriada. Durante o festival, você pode levar seu lixo eletrônico para ser tratado de forma segura e consciente.
Reciclar o inevitável
Todo resíduo produzido no festival vai passar por um processo de triagem, pesagem e encaminhamento até às cooperativas onde será tratado para começar um novo ciclo.

Parceiro: Visões da terra e Cooperativa Trasformando
Sem itens descartáveis
Copos, pratos ou talheres descartáveis plásticos estão fora do ColaborAmerica. A parceira Meu Copo Eco vai disponibilizar copos retornáveis para serem utilizados durante todo o evento.

Parceiro: Meu Copo Eco
#ColaborAmerica18
Receba novidades sobre a programação!
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.